Declaração Imposto de Renda Pessoa Física 2019

Imposto de Renda 2019 - IRPF

Evite complicações com o "Leão". Deixe sua declaração por conta de quem tem expertise e realmente entende do assunto.

Nós, da Foco Contábil, contamos com uma equipe qualificada e experiente para para fazer a sua Declaração do Imposto de Renda 2019 com segurança, confiança, sigilo e credibilidade.

Confira aqui as principais informações referentes à entrega da Declaração do Imposto de Renda (IRPF) 2019

Qual o perído de entrega da declaração

A data para entrega da DECLARAÇÃO DO IMPOSTO DE RENDA PESSOA FÍSICA, IRPF 2019, referente ao ano calendário 2018 - exercício 2019, inicia-se em 07/03/2019 com término em 30/04/2019.

Quem está obrigado a declarar

Todo contribuinte que:

Novidades para 2019

  Até 2018 2019
Informar o CPF dos dependentes Facultativo até 8 anos Obrigado a informar o CPF de todos os dependentes, independente da idade
Preenchimento de campos destinados a informações complementares Facultativo Obrigatório
Informar o CNPJ da instituição financeira onde tem conta corrente ou aplicações financeiras Facultativo Obrigatório
Informar sobre a alíquota efetiva utilizada no cálculo de apuração do imposto Facultativo Obrigatório

Quais os documentos necessários para fazer a declaração do Imposto de Renda 2019

Para declaração do Imposto de Renda de Pessoa Física, é necessário que você envie à Foco Contábil:

IMPORTANTE: Para que possamos entregar sua declaração no prazo, é necessário que os documentos sejam enviados com antecedência e todas as pendências resolvidas. Não deixe para entregar seus documentos e resolver as pendências nas últimas semanas, EVITE transtorno entregando sua declaração com antecedência. Qualquer dúvida ou informação, entre em contato.

Principais dúvidas

Quem pode optar pela declaração simplificada

Os contribuintes com poucas despesas poderão optar pela declaração simplificada, no qual a Receita Federal deduz 20% sobre os valores dos rendimentos tributáveis que somem até R$ 16.754,34.

Quem não entregar a declaração ou entregá-la fora do prazo estará sujeito a que consequências?

O contribuinte terá seu CPF cancelado, poderá cair em malha e pagará multa mínima pela não entrega da declaração dentro do prazo no valor de R$ 165,74 ou 1% sobre o imposto devido, ao mês de atraso ou fração.

Quando começa a ser paga a restituição deste ano?

Primeiro lote, em junho. E segue sendo paga até dezembro, geralmente em sete lotes.

Quem entregar no prazo, sem erros ou inconsistências, recebe a restituição antes?

Sim. Os contribuintes que enviarem a declaração no início do prazo, sem erros, omissões ou inconsistências receberão as restituições do Imposto de Renda mais cedo, caso tenham direito. Idosos, portadores de doença grave e pessoas com deficiência física ou mental têm prioridade.

Quem não está obrigado a entregar a declaração pode fazê-lo?

Sim, todos podem fazer a declaração, mesmo não estando obrigados. Geralmente esta situação se aplica à pessoas que, mesmo tendo rendimento anual abaixo do limite mínimo estipulado, tiveram imposto retido e queiram recuperá-lo ou ainda necessitem da declaração para fins de comprovação documental de rendimentos para bancos, financiamentos etc.

Quais são as despesas dedutíveis no Imposto de Renda 2019 e as que não são?

Dedutíveis:

O que não é dedutível:

Observações importantes

De acordo com a lei (art. 930 do Decreto nº 3.000/99 – Regulamento do Imposto de Renda – RIR/99), o contribuinte deverá informar em "Pagamentos Efetuados", todos os pagamentos realizados a pessoas físicas, que representem ou não dedução na declaração do contribuinte. Compreende, portanto, pagamentos efetuados a profissionais liberais (tais como médicos, dentistas, advogados, veterinários, contadores, corretores, economistas, engenheiros, arquitetos, psicólogos, fisioterapeutas) e também os efetuados a título de aluguel, pensão alimentícia, juros etc.

A falta de informação de pagamento efetuado sujeita o infrator à multa de 20% (vinte por cento) do valor não declarado (art. 967 do RIR/99).

A Receita Federal possui um sistema muito eficiente de cruzamento de informações, tanto de pessoas físicas como de jurídicas, através dos seguintes programas: